A importância do intercâmbio

*Matheus Romaneli

Um intercâmbio é muito mais do que apenas viajar para outro país para visitar alguns pontos turísticos, acompanhado por um guia, que fala português o tempo todo. É uma experiência incrível, onde compartilhamos hábitos, cultura, religião, culinária, etc. É poder praticar inglês com pessoas nativas, com a oportunidade de aprender a língua como ela é realmente falada, sem sotaque estrangeiro.

Estar em uma casa diferente, num país estranho, onde as pessoas se comportam de forma diferente do que se está acostumado, é algo único. Não tem opção. É preciso agir e viver como eles.

Após o intercâmbio, mais do que a perfeição em inglês, tive a experiência de inúmeras situações vividas, que me ajudarão a tomar futuras decisões importantes na vida. O período de tempo em que estive fora do Brasil, enriqueci o meu conhecimento e aprendi a respeitar e receber toda cultura e costumes do povo norte-americano, cuja língua é extremamente importante para a comunicação mundial.

 *Matheus Romaneli formou-se na Etec Dr. Geraldo José Rodrigues Alckmin, de Taubaté, e esteve em São Francisco, nos EUA, pelo Programa de Intercâmbio Cultural do Centro Paula Souza. 

image

Inscrições para o ONG Brasil 2013 estão abertas

Alunos das Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) estaduais já podem se inscrever para o ONG Brasil 2013, evento intersetorial de responsabilidade da América Latina, que acontece entre os dias 28 e 30 de novembro, no Expo Center Norte, em São Paulo.

 O congresso, realizado pela UBM Brasil, uma promotora internacional de feiras sem fins lucrativos, tem como objetivo mobilizar o público em prol do desenvolvimento social do país. Nesta quinta edição, o foco é que as escolas utilizem a feira como ferramenta pedagógica na conscientização de alunos sobre causas sociais.

 A inscrição é gratuita e deve ser feita pelo site. Serão mais de 500 expositores nas áreas de defesa de direitos, educação, meio ambiente, saúde, apoio à gestão do terceiro setor, inclusão e diversidade, esportes, cultura, arte e geração de trabalho e renda.

O Centro Paula Souza terá um estande na ONG Brasil 2013. Estudantes das Etecs Cepam e Getúlio Vargas – extensão Céu Caminhos do Mar – apresentarão os cursos técnicos de Gestão de Políticas Públicas e Orientação Comunitária.

Boston: uma cidade incrível!

*Silvana de Moraes

Ganhar o intercâmbio cultural foi uma experiência indescritível! Experimentar novas vivências e emoções diferentes, foi maravilhoso! 

A cidade de Boston respira história, é incrível! A cada esquina tem um fato para ser contado. Caminhar por Boston e conhecer sua história foi um presente. Todas as pessoas com quem estive, desde a homestay, staff, professores até colegas de classe, foram supersimpáticas e receptivas.

Além de praticar o inglês (que eu ADORO), a convivência com pessoas das mais diversas nacionalidades e viver situações diferentes da “vida real” aumentaram, com certeza, “minha bagagem de vida”. 

Agradeço a todos da Fatec Mogi das Cruzes (meus queridos amigos e professores adoráveis) e ao Centro Paula Souza, que possibilitou esta maravilhosa oportunidade. Muito Obrigada!!!

 *Silvana de Moraes formou-se na Fatec Mogi das Cruzes e esteve em Boston, nos EUA, pelo Programa de Intercâmbio Cultural do Centro Paula Souza. 

Um novo mundo

*Priscila Gonçalves

Eu estava vivendo uma realidade e agora vejo o rumo que a minha vida tomou depois do embarque São Francisco. A sensação de liberdade é muito grande…  

Ao desembarcar, um novo mundo começou a surgir diante dos meus olhos. Cada esquina teve uma história. As atividades em grupo ou os passeios no fim de tarde de domingo foram indescritíveis.

Eu conheci lugares fantásticos, fiz novas amizades, e, o que pra mim era o mais importante, consegui me comunicar em inglês! Aproveitei muito São Francisco e vejo que valeu a pena obter essa “bagagem de conhecimento”.

 A experiência que mais gostei foi me perder nos primeiros dias (rsrs). Então decidi me perder de propósito sempre, pois era muito bom. Diversas vezes peguei o metrô que dava voltas na cidade, com um percurso muito mais demorado que o habitual, somente para desfrutar de cada canto da cidade. Um lugar de belas paisagens, onde todos se respeitam e sabem seus limites, um lugar que eu viveria para sempre.

Valeu cada minuto de esforço durante o curso técnico. Obrigada Centro Paula Souza! Esse foi maior e melhor prêmio de toda a minha vida!

*Priscila Gonçalves formou-se na Etec Prof. Dr. Antonio Eufrásio de Toledo, de Presidente Prudente, e esteve em São Francisco, nos EUA, pelo Programa de Intercâmbio Cultural do Centro Paula Souza. 

 

Jovem embaixadora

image

Amanda Ferraz, 16 anos, estudante do Ensino Médio da Escola Técnica Estadual (Etec) Salles Gomes, de Tatuí, está entre os 37 selecionados pelo Programa Jovens Embaixadores 2014

Realizado pela Embaixada dos Estados Unidos no Brasil desde 2002, o programa oferece aos alunos brasileiros da rede pública, com idade entre 15 e 18 anos, uma viagem de três semanas aos Estados Unidos.  Para participar da iniciativa é preciso ter excelente desempenho escolar, fluência em inglês, perfil de liderança e também prestar serviço voluntário à comunidade.  O processo de seleção inclui prova escrita e oral, entrevista pessoal e análise socioeconômica. Mais de 11.500 estudantes de todos os Estados brasileiros concorreram nesta edição. O embarque será em janeiro de 2014.  

Na primeira semana da viagem, os embaixadores visitam Washington para conhecer a cidade e os monumentos históricos.  A programação inclui também palestras e encontros com lideranças do setor público e privado.

Na etapa seguinte, divididos em grupo, os jovens vão para casas de famílias americanas, em Estados diferentes. Nas cidades onde ficam hospedados, fazem apresentações sobre o Brasil nas escolas locais. 

“Vou conhecer de perto a cultura que já estudei muito aqui no Brasil. Quando voltar, usarei tudo que eu aprender no trabalho  voluntário”, diz Amanda. A estudante é colaboradora do Lions Clube Tatuí, instituição beneficente que ajuda comunidades carentes. 

Amanda, que concluiu nesse ano o Técnico em Administração na Etec, já sabe o que vai fazer depois do Ensino Médio: “Pretendo entrar na faculdade de Economia,” conta a estudante. 

Embaixadores das Etecs

Cinco alunos de Etecs já foram contemplados pelo programa. Apenas em 2012,  foram três os escolhidos:  Laurence Uehara, da Etec Rosa Perrone Scavone (Itatiba), Luiz  Carlos Marques Júnior, da Etec Monsenhor Antônio Magliano (Garça), e Marina Contiero Amoroso, da Etec Prof. Alcídio de Souza Prado (Orlândia). Em 2008, foi a vez de Raphael Gradinar Coelho, da Etec Jorge Street (São Caetano do Sul). Letícia Vieira Mattos, da Etec Antonio Devisate (Marília), foi selecionada em 2007. 


Ciência sem Fronteiras está com inscrições abertas

Até 29 de novembro, alunos das Faculdades de Tecnologia do Estado (Fatecs) poderão se inscrever no Ciência sem Fronteiras  (CsF). O programa oferece bolsa de estudos no exterior na modalidade sanduíche, ou seja, durante a graduação. Os embarques estão previstos a partir de agosto de 2014.

Para concorrer a uma bolsa, é necessário ter conhecimentos de inglês e não estar cursando os dois últimos semestres. O coordenador geral do programa no Centro Paula Souza, Nilo Vieira, lembra que a apresentação do teste de proficiência na língua inglesa é uma das exigências para a inscrição. Quem não tem, pode fazer o teste gratuitamente online. As instruções estão disponíveis nas páginas do Núcleo de Relações Internacionais da Fatec e do CsF.

Para esta fase do CsF, vinte países estão com chamadas abertas para 2014: Alemanha, Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, China, Coréia do Sul, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, França, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Japão, Noruega, Nova Zelândia, Reino Unido e Suécia.

Desde 2012, 114 estudantes de Fatecs já embarcaram para o exterior através CsF. Desse total, 63% são dos cursos de Análise de Desenvolvimento de Sistemas.

O Ciência sem Fronteiras é realizado pelos Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e da Educação (MEC) por meio de suas respectivas instituições de fomento – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, o CNPq, e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, a Capes – e Secretarias de Ensino Superior e de Ensino Tecnológico do MEC.

Inscrições abertas para o intercâmbio do 1º semestre de 2014

Estão abertas as inscrições para o intercâmbio do 1.º semestre de 2014. Ao todo são 310 vagas, entre cursos de inglês nos Estados Unidos, Inglaterra e Nova Zelândia, e de espanhol, na Argentina e no Chile. Até 18 de novembro, os alunos das Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) estaduais que concluam cursos técnicos, tecnológicos ou Teletec neste semestre podem candidatar-se a uma vaga. 


Para o curso de inglês no exterior são oferecidas 270 vagas (215 para o ensino técnico, 50 para o tecnológico e 5 para o Teletec). As aulas de língua espanhola têm 40 vagas (são 20 para Etecs e 20 para Fatecs). Podem candidatar-se à viagem para Argentina ou Chile estudantes que estão matriculados em cursos que têm a disciplina Espanhol.

O critério para seleção dos alunos que embarcarão é o desempenho escolar, a frequência nas aulas e a ausência de problemas disciplinares.

Os jovens que forem selecionados passarão 4 semanas no país onde ocorrerá o curso, matriculados em aulas compatíveis com seu nível de aprendizado daquela língua. Apenas as despesas com documentação devem ser pagas pelos estudantes.

As inscrições podem ser feitas pela internet (http://intercambio.fundacaofat.org.br) até 18 de novembro, às 17 horas.

Dúvidas de alunos de Etecs podem ser esclarecidas aqui. Alunos de Fatecs devem buscar esclarecimentos aqui.

Os classificados de cada unidade serão conhecidos a partir de 27 de novembro. O documento que contém os detalhes sobre o intercâmbio do 1º semestre de 2014 e seus critérios está disponível também na internet.

Febrace recebe projetos para a 12ª edição

Estudantes dos 8º e 9º anos dos Ensinos Fundamental, Médio e Técnico com idade entre 14 e 20 anos têm até 29 de outubro para cadastrar projetos no site da Feira Brasileira de Ciência e Engenharia (Febrace) ou enviar o material pelo correio. Consulte mais detalhes no link .

Os finalistas serão anunciados dia 18 de dezembro. A feira acontece  entre os dias 18  e 20 de março de 2014 no campus da Universidade de São Paulo (USP).

Os projetos podem ser inscritos nas categorias: Engenharia, Ciências Exatas e da Terra, Humanas, Sociais Aplicadas, Biológicas, da Saúde e Agrárias. O cadastro precisa ter obrigatoriamente as informações dos participantes, o plano de pesquisa, dados, resumo, relatório final e uma foto do projeto.

Os vencedores em cada área serão contemplados com medalhas, troféus, certificados e equipamentos eletrônicos, além de prêmios institucionais, como estágios, bolsas de estudo e visitas monitoradas às empresas parceiras. A cada edição da Febrace, são selecionados nove projetos para participar da Feira Internacional de Ciências e Engenharia (Intel ISEF) – a maior feira de ciências e engenharia do mundo.

Etecs campeãs

Neste ano,   Alan de Melo Sobral, Gabriel Anisio dos Prazeres e Vinícius Tadeu Aparecido Martins de Souza, alunos da Escola Técnica Estadual (Etec)  Heliópolis ganharam o 1º lugar com o projeto Sementuca na categoria Ciências Sociais Aplicadas. Em 2012, um projeto de embalagens ecológicas para mudas, desenvolvido pelas alunas Ana Ramos, Graziele da Silva e Tatiane Florido, da Etec Conselheiro Antonio Prado, de Campinas, também conquistou o primeiro lugar na categoria Ciências Agrárias

Em 2011, Adriana Santana e Tiago Tolone, alunos da Etec Getúlio Vargas, da Capital, conquistaram o 4º lugar na categoria Ciências Ambientais da Intel ISEF, realizada em Los Angeles, Califórnia.  Em 2010, duas Etecs foram para a Intel ISEF: Prof. Carmelino Corrêa Júnior, de Franca, e Getúlio Vargas, de São Paulo. Em 2008, foi a vez da Trajano Camargo, de Limeira; em 2007, da Getúlio Vargas e em 2004, e em 2004, a Polivalente, de Americana, representou a instituição. 

Vida nova

Nádia Lieff*

Gostaria de agradecer por essa incrível oportunidade. Esse intercâmbio representa todo o esforço empreendido para que pudesse superar desafios dos quais imaginava serem intransponíveis. É uma sensação indescritível fazer parte do grupo dos melhores alunos de Etecs e Fatecs. Vivenciar um intercâmbio está sendo uma experiência muito intensa e gratificante para a minha vida. É como viver uma nova vida com tudo diferente do que você estava acostumado. Acredito que essa “microvida” de apenas um mês, modifique todo o resto de minha vida real, pois segundo Albert Einstein “a mente que se abre a uma nova ideia, jamais retornará ao seu tamanho original”.

*Nádia Lieff  formou-se na Etec Gustavo Teixeira, em São Pedro, e está estudando em São Francisco, nos EUA, pelo Programa de Intercâmbio Cultural do Centro Paula Souza. 

Valorização do professor

Silvia Camponez*

Ser selecionada para o projeto de intercâmbio cultural para Londres, na Inglaterra, foi um presente de Deus. Viagem maravilhosa que proporcionou muito conhecimento da língua estrangeira com estratégias de ensino muito significativas e professores excelentes.

Também nos enriqueceu com a vivência das diferenças culturais, com a possibilidade de visitar lugares maravilhosos que nos apresentava uma história vinda de uma época remota em harmonia com o desenvolvimento contemporâneo.

Parabéns aos responsáveis pelo projeto. Foi tudo muito bem organizado para que cada um dos integrantes pudesse aproveitar da melhor maneira.

Essa ação do Governo do Estado valoriza o professor, permite o desenvolvimento do estudo contínuo e instiga a autoestima estimulando-o a trabalhar sempre melhor.

Sou muito grata por ter essa inesquecível oportunidade. Conheço meu esforço nos estudos e no meu trabalho, mas reconheço quão muito me ajudou esse intercâmbio. Muito Obrigada!

*Silvia Camponez é professora da Etec Dr. Luiz César Couto, de Quatá, e estudou em Londres, na Inglaterra, pelo Programa de Intercâmbio Cultural do Centro Paula Souza.