Em atendimento à legislação eleitoral (Lei nº 9.504/1997), este perfil ficará indisponível de 5 de julho até o final das eleições estaduais em São Paulo.

Em atendimento à legislação eleitoral (Lei nº 9.504/1997), este perfil ficará indisponível de 5 de julho até o final das eleições estaduais em São Paulo.

“O intercâmbio me fez acreditar que tudo é possível com dedicação”

image

Este intercâmbio foi uma realização em minha vida, porque nunca tinha viajado antes para outro país e, para ser honesto, não achava que seria possível para mim.

Antes de sair do Brasil, imaginava como seria a vida no exterior assistindo a documentários, notícias e filmes na televisão. Agora, minha mente está mais aberta, porque pude realmente viver fora do meu país. Se alguém me perguntar sobre Londres (Inglaterra), saberei como responder, pois eu vou falar com muito orgulho que já vivi lá e não apenas li ou assisti algo sobre a cidade.

Antes, eu não dava a devida importância para o idioma Inglês, porque pensava que nunca iria precisar e agora sei que preciso, porque se eu não falasse a língua, ninguém me entenderia durante o intercâmbio.

image

No futuro, pretendo viajar de volta para Londres ou para outra cidade no exterior que fale a língua inglesa, porque amei a experiência e quero conhecer novos lugares. Acima de tudo, o intercâmbio me fez acreditar que tudo é possível com dedicação. Foi a primeira vez que minha dedicação foi tão bem reconhecida, e por isso, fico feliz por todos que terão essa mesma oportunidade.

Depoimento de Israel Oliveira, formado no Técnico em Administração pela Etec Vasco Antonio Venchiarutti de Jundiaí.

“Levarei comigo para sempre o conhecimento absorvido e as lembranças desse intercâmbio”

image

O que dizer sobre o intercâmbio realizado em Londres? It was AMAAAAZING! Mais um sonho realizado. Ter recebido a notícia de que conquistei essa vitória me encheu de alegria e motivação para explorar o desconhecido.

Embora já tivesse feito outro intercâmbio para a Espanha, em 2012, com o Programa Top España, esse teve um novo olhar, até mesmo pela minha maturidade e evolução pessoal. Estudar inglês na terra da Rainha foi, sem dúvida, fantástico!

A experiência teve um gostinho diferente, com lugares novos e culturas distintas. Passamos um mês em Londres estudando na Stafford House, uma escola incrível com professores excelentes, funcionários e colegas muito amigáveis, que nos acolheram muito bem e nos deram o suporte necessário. A cada aula, sentíamos a melhoria no inglês e a riqueza da experiência com que fomos contemplados. Fizemos amigos de diferentes nacionalidades dos quais jamais esqueceremos e visitamos lugares belíssimos cheios de histórias pra contar. Sem mencionar que conseguimos ver a Rainha Elizabeth II de pertinho no evento do aniversário dela.

image

Fiquei fascinada com tudo, com os lugares, com o aprendizado e com a cultura britânica. Lá tive contato com o idioma na prática e o fato de ficar em “homestay” foi ótimo, pois só podia conversar em inglês e tinha que me virar para ser entendida e entendê-los, além de chegar aos lugares pedindo informação.

Levarei para sempre comigo o conhecimento absorvido e as lembranças desse intercâmbio. Muito obrigada e parabéns ao Centro Paula Souza por essa oportunidade grandiosa que vocês têm proporcionado aos alunos todos os anos.

Depoimento de Prisciellen Pacheco, formada no curso de Tecnologia em Secretariado pela Fatec de Carapicuíba.

“A minha determinação e meu comprometimento me levaram à Inglaterra”

Conheço o Programa de Intercâmbio Cultural realizado pelo Centro Paula Souza, desde que entrei no Ensino Médio da Etec Prof. Fausto Mazzola, em 2011. Lembro-me como se fosse hoje quando um aluno contou sobre sua experiência nos Estados Unidos, e olhei para meus amigos e disse: “Daqui alguns anos será eu!”.

Em 23 de julho de 2012, comecei meu curso técnico, o qual proporciona o intercâmbio. Na parte da manhã, cursava o Ensino Médio, e à tarde, o técnico. Eram muitas coisas para serem feitas - trabalhos, provas, tarefas de casa - mas nada me fez desistir, e sim persistir. Segundo Charles Chaplin: “A persistência é o caminho do êxito”.

A minha determinação e meu comprometimento me levaram à Inglaterra. Um lugar maravilhoso, onde tive grandes experiências e histórias para a vida toda. Chegar a um país onde você não conhece ninguém e não domina a língua é a maior aventura. Fui para Londres com o básico do inglês, com o “Hello, how are you?”, e isso me fez pensar no primeiro dia: ”Meu Deus, o que eu estou fazendo aqui? Por que eu quis isso?”

Estudava das 9 horas até as 15h35, na Stafford House - School of English, uma escola maravilhosa, em que todos foram bem receptivos e pessoas de todas as partes do mundo tinham o mesmo objetivo: aprender a língua inglesa.

Foram 30 dias em um país maravilhoso e organizado, com uma cidade enorme que é Londres, para conhecer lugares e gastar energia. Com muita animação, fui explorando a capital inglesa, conhecendo seus pontos turísticos, parques, museus e aproveitando sempre meu tempo. Como Londres é uma cidade histórica, cada olhar atento revela um detalhe curioso, uma nova perspectiva e uma surpresa inesperada. Podemos dizer que a tradição e a herança cultural caminham lado a lado, e acidade consegue ser uma antiga e moderna ao mesmo tempo.  Por isso, todo mundo, um dia na vida, deveria conhecer Londres.

Realizei vários sonhos com esse intercâmbio, como conhecer Paris e Versalhes, na França, e a Warner Bros Studio Tour London - The Making of Harry Potter. Aprendi muito, fiz novas amizades, tive uma extraordinária e inesquecível experiência, que levarei para o resto da minha vida. Estou muito feliz de ter tido essa grande oportunidade, por não apenas conhecer um novo país, passear e conhecer belos lugares, mas por viver intensamente uma nova cultura.

Agradeço imensamente ao Centro Paula Souza, aos novos amigos e, principalmente, a Stafford House, onde aprendi muito.

Depoimento de Maikon Stefano dos Santos, formado no técnico em Administração pela Etec Prof.Fausto Mazzola de Avaré.

“Não tem preço que pague um intercâmbio por mérito próprio!”

Nunca pensei que ganharia um intercâmbio. Quando me contaram, eu não sabia como reagir, a emoção tomou conta e comecei a chorar.  Não tem preço que pague um intercâmbio por mérito próprio. Saber que conquistou isso por esforço seu é o melhor sentimento do mundo!

Fui para Auckland, na Nova Zelândia, onde aprendi e vivi tanto coisa, que fica difícil colocar em palavras. Só vivendo pra saber, foi uma experiência incrível.

Ir para um país como a Nova Zelândia é um choque de cultura imenso.  A capital Auckland é linda por natureza: pegar o ônibus e ter uma vista incrível da Skytower e dos barcos da cidade é algo revigorante, começando o dia para querer viver como nunca!

Lá, fiz coisas que pensei que nunca faria: pulei de Bungee Jumping, esquiei, patinei no gelo, fiz mochilão, andei no Ludge, e visitei inúmeros lugares, desde parques, shoppings até museus. Todos admiravam que o meu grupo passeava e visitava muitos lugares, e para eles eu só digo uma coisa: O tempo não para! Tínhamos apenas um mês para explorar Auckland e estou muito orgulhosa! Fizemos muita coisa para 30 dias. Nunca existirá grupo mais animado que o nosso!

A escola de idiomas que frequentei é perfeita: tem pessoas de todo o mundo e tive o prazer de estudar junto. Fiz amizades que nunca esquecerei e aprendi muita coisa sobre diversas culturas, além de melhorar muito meu inglês.

Minha homestay foi tão adorável, tive muita sorte de ser acolhida por essa família. Sabe quando você sente que pertence a uma família mesmo não sendo a sua de sangue? É um sentimento inexplicável, e eu não tenho do que reclamar, pois me senti parte deles. Viajamos até para Waihi, no norte da nova Zelândia. Acredito que, nessa viagem, pude realmente conhecer sobre a cultura do país.

Quero agradecer a todos meus amigos: sem vocês não seria a mesma coisa, cada um estará sempre no meu coração, porque a primeira experiência nunca esquecemos. E, é claro, quero agradecer ao Centro Paula Souza e a Terramar por fazerem dessa experiência a melhor possível!

Depoimento de Vanessa Natsumi Aoki, formada no técnico em Multimídia da Etec Jornalista Roberto Marinho.

“Eles demonstraram que estão preparados para receber estrangeiros de qualquer nacionalidade”

Eu adorei o Intercâmbio Cultural. Primeiro, porque é uma experiência diferente, com muitos desafios e surpresas, e, segundo, porque Córdoba, na Argentina, é maravilhosa! A cada dia, descobrimos algo novo na cidade, tanto em questão de arquitetura, paisagem, quanto em culinária.

Os cordobeses são um povo incrível. A família me acolheu calorosamente, e cada pessoa que conheci foi muito gentil.

O pessoal da escola de idiomas COINED foi muito receptivo, simpático e competente. Eles demonstraram que estão preparados para receber estrangeiros de qualquer nacionalidade, além de serem muito dedicados em criar atividades extraclasses para os alunos.

Estou muito feliz por essa oportunidade incrível e já estou com muitas saudades de Córdoba. Com certeza, voltarei algum dia para rever essa cidade que me encantou muito.


Depoimento de Ana Beatriz Rizzo, formada em Logística pela Fatec de São José dos Campos.

“Os laços que criei aqui serão eternos em minha vida”

"Como não gostar de uma cidade como Córdoba (Argentina), com sua arquitetura variada, ruas largas, pessoas educadas e paisagens inigualáveis? Foram tantos bons e ótimos momentos que não consigo escolher o melhor: quase dez museus, duas city tour, três boliches (ou balada, em português), novos laços criados e quatro lindas cidades inesquecíveis (Córdoba, La Cumbrecita, Villa General Belgrano e Buenos Aires).

Nesses 30 dias, pude fazer tantas coisas além de estudar que não tenho palavras para expressar o que estou sentindo enquanto escrevo este texto. Estou triste, pois é meu ultimo dia aqui, mas ao mesmo tempo muito feliz porque, como havia dito, os laços que criei aqui serão eternos em minha vida.

Deixo meu mais sincero agradecimento por essa oportunidade ao Centro Paula Souza, que me premiou com esse intercâmbio, a minha família que sempre me apoiou em minhas escolhas e aos meus amigos, que mesmo com saudades de todos, me ajudaram a conquistar essa viagem que desde o primeiro segundo foi, está sendo e será única.

¡¡Me quedé enamorado por todo!!”

Depoimento de André Luiz Emiliano Bueno, formado em Gestor Empresarial pela Fatec São Sebastião.

“Voltarei ao Brasil com uma bagagem maior: novos conhecimentos e novos amigos”

Na minha última semana de Intercâmbio Cultural em Córdoba, na Argentina, vou descrever como foi essa experiência fantástica.

Quando soube que seria monitora de um grupo formado pelos melhores alunos das Etecs e das Fatecs, fiquei muito ansiosa. Sabia que iria conhecer lugares e pessoas diferentes, e ter a oportunidade de aprimorar a língua espanhola, mas com uma grande responsabilidade.

Dei-me conta do que estava acontecendo quando estávamos no aeroporto. A partir desse momento, tudo que eu viveria seria totalmente novo, e ver as famílias deixando seus pupilos sob minha responsabilidade me deixou ainda mais ansiosa. A única certeza que eu tinha era que com a ajuda de Deus e o apoio daqueles que amo, tudo seria perfeito. E, assim, foi tudo mais do que perfeito.

Foram muitas sensações e acontecimentos: a recepção da escola no aeroporto, a casa das famílias argentinas, as comidas, uma cidade inteira para descobrir, as aulas super comunicativas, novos amigos e muitas risadas.

image

Eu tinha um pensamento positivo a respeito do intercâmbio e isso se concretizou nessas quatro semanas. Aprendi muito e conheci vários lugares lindos: Alta Gracia, Carlos Paz, Cosquín, Villa General Belgrano, Cumbrecita. Provei pratos argentinos, que sem dúvida são muy ricos, e até arrisquei a preparar um mate. Comprovei que nossos hermanos gostam tanto de futebol como nós brasileiros, e estavam esperando ansiosos pelo começo da Copa do Mundo, com as ruas estavam todas enfeitadas.

Cada momento proporcionou um novo aprendizado, desde uma foto ou uma “pérola” sem querer, que vinha acompanhada de muitas gargalhadas. Isso tudo, levarei comigo sempre, e quando a saudade apertar, olharei as fotos para dar lugar a um sorriso.

Não posso deixar de agradecer por essa oportunidade que foi mais do que o aprendizado de uma língua, e me proporcionou conhecer particularidades de uma cultura linda de uma maneira muito significativa. Assim, voltarei ao Brasil com a bagagem maior: novos conhecimentos, e novos amigos brasileiros e argentinos.

Depoimento de Cristiane Prado, professora das Etecs de Itapetininga

O Vestibular das Fatecs será neste domingo

O Vestibular das Fatecs será realizado neste domingo, às 13 horas.

Os portões das escolas serão abertos às 12h15 e fechados às 13 horas. Após esse horário, não será permitida a entrada de nenhum candidato. A prova terá 5 horas de duração, com 54 questões de múltipla escolha e uma redação.

Para fazer o exame, é preciso levar caneta esferográfica de tinta preta ou azul, lápis preto nº 2, borracha, e o original de um dos seguintes documentos: cédula de identidade (RG); cédula de identidade de estrangeiros (RNE); carteira nacional de habilitação com foto, dentro da validade; documento expedido por ordens ou conselhos profissionais, dentro da validade, que por lei federal, valem como documento de identidade (exemplo: OAB, Coren e Crea, entre outros); carteira de trabalho e previdência social (CTPS) ou passaporte brasileiro, dentro do prazo de validade.

O gabarito será divulgado após o término da prova, a partir das 18h30 no site do Centro Paula Souza, no site do Vestibular, e no nosso Facebook.

"Não há nada que pague por essa experiência"

image

Nunca imaginei ter uma oportunidade como esta: fazer um Intercâmbio Cultural! Realmente, ainda estou um pouco impressionada com tudo o que vem acontecendo nos últimos dias.

Estou em Córdoba, na Argentina, há uma semana e já aprendi diversas coisas. Desde que subi no avião e decolamos, sinto algo inexplicável. A adrenalina e ansiedade de chegar aqui, conhecer a família que me esperava, o país… É uma mistura de sensações.

Estou realmente encantada com a cidade, os pontos turísticos, os argentinos, e a cultura. Aprender uma nova língua no país nativo é extraordinário. A família me acolheu super bem. As pessoas, em geral, são muito receptivas em Córdoba.

image

Estou com muitas saudades da minha família e da minha casa, mas a experiência de vida que estou tendo aqui é enriquecedora, não há nada que pague por isso.

Estou muito contente com essa oportunidade, inclusive pelos novos amigos, que ficarão para toda a vida. Agradeço muito ao Centro Paula Souza por tudo isso.

Depoimento de Luana Aparecida Scandelai, formada em Gestão Empresarial pela Fatec Catanduva.